coverIN noticias

A equipa de veteranos do futebol do CF Carvalheiro participou, nos dias 25 e 26 de maio, no Mundialito da categoria que se realizou em Ribadeo, Espanha. Marco Melo, diretor da equipa, traçou um "balanço muito positivo" da participação, salientando que a equipa honrou o clube, a cidade e a Região.

O CF Carvalheiro foi a única equipa da Madeira a participar, no último fim-de-semana, no prestigiado Mundialito de Veteranos, em Ribadeo, Espanha, tendo alcançado um honroso 19.º lugar entre as 62 equipas participantes. 

Marco Melo, dirigente dos veteranos do CF Carvalheiro, em declarações ao Site do CFC, não escondeu a satisfação pela forma como decorreu a participação na competição de âmbito internacional. "O balanço é extremamente positivo. O nosso grupo foi fantástico e demonstrou uma enorme união, companheirismo e camaradagem. Na parte desportiva, conseguimos o resultado mais dilatado do torneio, 4-0, e ficamos num honroso 19º lugar, em mais de 60 equipas participantes. O ano de estreia é sempre o mais complicado. Foram mais de 6 horas de viagem para cada lado. Honramos o nosso clube, a nossa cidade e a nossa Região. Um enorme agradecimento à Câmara Municipal do Funchal, aos nossos patrocinadores e aos atletas que participaram."

Qualquer competição de veteranos, seja a nível regional, nacional ou internacional, envolve, regra geral, uma vertente extra desportiva, dando primazia à socialização. A "digressão" da nossa equipa de veteranos não foi diferente. "Houve também digamos que uma vertente cultural na viagem, já que a equipa não passou apenas por Espanha. Apesar do pouco tempo para esta vertente cultural (mas muito importante) conseguimos visitar locais em Espanha e no Continente. Ribadeo, sede do torneio, é uma vila simpática e a região de Lugo é muito agradável e acolhedora. Pudemos ainda almoçar nas rias de Vigo e visitar o Santuário de Santiago de Compostela, na Galiza. Tivemos ainda uma breve paragem por Ponte de Lima (vila mais antiga de Portugal) que deu para deliciar um arroz de sarrabulho e percorrer uma feira gastronómica minhota."

Relativamente ao desempenho da equipa na competição Regional, Melo  respondeu à nossa pergunta... com outra indagação: "A uma equipa que não tem campo para treinar ou jogar e que, constantemente, tem que andar a pedir favores para realizar os jogos na situação de visitante o que se pode pedir?" questionou em jeito de lamento, optando por deixar para o final da época uma análise mais profunda.

 

NEWSLETTER



Receber em HTML?

Scroll to top