coverIN noticias

Com referência ao esclarecimento do C.A. da Feira sobre a publicação efetuada pela Plurisports, relacionada com a grave lesão do nosso jogador Sandro Abreu de Freitas, a Direção do CF Carvalheiro começa por agradecer os desejos de melhoras endereçadas ao jogador mas lamenta que só a publicação da Plurisports tenha despertado a consciência dos seus dirigentes para uma posição institucional a revelar preocupação com o estado de saúde do Sandro, quando este foi transportado de ambulância durante o jogo, em estado de enorme debilidade, que foi visível a todos quantos se encontravam no Pavilhão do Curral das Freiras.

Quanto ao CF Carvalheiro, tem adotado uma postura de contenção no que a este episódio diz respeito, focando-se essencialmente em contribuir, naquilo que está ao seu alcance, para que a grave lesão do nosso jogador seja devidamente tratada e acompanhada, situação que é para nós absolutamente prioritária e na qual o Sandro tem estado fortemente empenhado e para a qual tem tido diversos contributos, os quais desde já agradecemos.

Contudo, não podemos deixar de estranhar a facilidade com que o C.A. da Feira tenta desresponsabilizar o seu jogador, referindo que o contacto foi involuntário. Felizmente que o jogo foi filmado e a existência de imagens do lance permitem que cada um tire as suas ilações em consciência. Todavia, o que sobretudo nos interessa é a avaliação dos órgãos disciplinares da Federação de Patinagem de Portugal, a quem faremos chegar as imagens, e eventualmente a dos tribunais, na sequência da queixa que o Sandro está a ponderar apresentar e cuja decisão contará com total apoio do CF Carvalheiro.

Não podemos também deixar de estranhar a tentativa de tratar este lance como uma possibilidade natural de um desporto que envolve contacto físico, como se a partir de agora pudéssemos encarar com naturalidade o manuseamento de ‘sticks’ à altura da cara dos jogadores, passando assim cada jogo da modalidade a ser uma verdadeira “roleta russa” para a integridade física dos jogadores.

Tudo isto é que é efetivamente de estranhar!

Não só de estranhar mas de lastimar e veementemente condenar é ainda a tentativa de avaliar a gravidade da ação do atleta Tibério Carvalho na proporção da forma como os nossos dirigentes, técnicos, jogadores e adeptos se manifestaram face ao ocorrido. Não contem connosco para trocar agressão por agressão e assim alimentar a violência no desporto, pois o nosso propósito é bem o inverso; é o de erradicá-la, razão pela qual faremos chegar este episódio à Federação de Patinagem de Portugal e apoiaremos o Sandro se a sua decisão for a de apresentar queixa nos tribunais!

A Direção do CF Carvalheiro

NEWSLETTER



Receber em HTML?

Scroll to top